Artista goiano cria Jogo baseado no Xadrez com esculturas de O Senhor dos Anéis

Profissional da área de design e publicidade, Fabio Melo começou a arriscar as primeiras esculturas há cerca de um ano e meio. O hobby ganhou expressão entre os amigos, interessados na rede, levando o artista a diversificar, criando agora um novo jogo, baseado no tradicional Xadrez - Por Kao Tokio

Crescido entre desenhos, miniaturas, heróis, carrinhos e toda sorte de elementos lúdicos que preenchem uma infância sadia, o goiano Fabio Melo decidiu dar vazão às suas referências e espírito artístico há pouco mais de um ano, produzindo suas primeiras modelagens de esculturas em pequena escala. Desde então, o hobby vem tomando proporções crescentes, com a produção de vários personagens da cultura Geek e, mais recentemente, a criação de um novo tipo de jogo de Xadrez, com a presença das figuras icônicas da saga O Senhor dos Anéis.

Miniaturas de O Senhor dos ANéis

Miniaturas de O Senhor dos Anéis

O artesão conversou com o Play’n’Biz, para explicar com mais detalhes seu novo projeto e falar da rica produção de modelagens, que tendem a se transformar em um negócio próprio.

Play’n’Biz – Olá, Fabio. Como se iniciou seu trabalho com modelagens em escala?
Fabio Melo – Trabalho na area de design gráfico, mas sempre ligado nas inovações de action figures, miniaturas e dioramas. Comecei a comprar materiais de escultura, durepoxi, massa de biscuit e estecas e, lendo tutoriais, vendo vídeos e imagens, fui criando minhas primeiras e bem simples miniaturas.

PnB – Qual a sua formação e como isso influencia no seu trabalho atual?
FM – Sou formado em Produção Publicitária, trabalho em desenvolvimento de estampas para roupas, e outros trabalhos ligados a caricaturas, logomarcas, arte em geral, quadrinhos, personagens e gosto tudo que envolve criatividade. Criar coisas do nada envolvendo criatividade, detalhes e uma boa dose de paciência, são ingredientes que envolvem sempre o lado artístico. Está tudo ligado de uma forma ou outra.

Personagens de A Caverna do Dragão

Personagens de A Caverna do Dragão

PnB – Quais as técnicas utilizadas?
FM – Para criar minhas miniaturas ou esculturas, sempre gostei de misturar materiais, comecei fazendo robos, naves e coisas ligadas a ficção científica, usando peças de computador, sucata de relogios, pequenos metais, madeira, arame e outros. Quanto as massas, uso hoje em dia mais a durepoxi, mas depende do trabalho. Outros materiais são as massas de biscuit, e algumas importadas sendo a Super Sculpey e Green Stuff.

PnB – Fale-nos sobre o projeto do Xadrez com as criaturas de O Senhor dos Anéis.
FM – Ainda estou desenvolvendo. A idéia partiu de poder juntar elementos diferentes do xadrez tradicional com miniaturas do LOTR. Como eu já estava fazendo uma grande coleção de personagens, pensei em aproveitá-las de várias formas e uma delas será esse xadrez, com tabuleiro diferente, algumas regras criadas pro mim, que vão fazer dele um jogo mais competitivo e atrativo. Ainda está em fase de criação, com expectativa de lançar esse mês de julho, ainda.

PnB –  Que tipo de regras ou alterações estão previstas para o jogo, que criem essa dinâmica mas não firam a transcendental arte do Xadrez?
FM – Serão regras agregadas às já tradicionais usadas no jogo. Como estou usando peças (miniaturas) ligadas a uma série de filme onde há aventuras e caminhos livres, a intenção é que o jogador possa experimentar atos, movimentos novos com essas peças, tipo um Troll, que não será nenhuma peça já existente como a Torre, o Cavalo etc. Ele entra no jogo como um personagem fictício, que vem agregar as peças já existentes ao jogo, ou seja, faz parte do mundo Lotr e Hobbit apenas. Mas não serão regras complicadas, e sim caminhos e situações que vão dar mais “ar” de aventura no jogo.

PnB – Há outros trabalhos também interessantes no seu portfolio, como os AT-AT e a Milenium Falcon, de Star Wars. São obras com a mesma técnica de produção?
FM – O mundo de Star Wars sempre me chamou a atenção. Já fiz várias técnicas na confecção de miniaturas Star Wars, como massa, sucatas de computador e relógios, porém as novas esculturas estou fazendo em uma nova técnica de cortes a laser em mdf, com projeto desenvolvido em programa de computador e depois passado às maquinas de corte, com montagem e pintura todas feitas uma a uma por mim.

Milenium Falcon, em MDF

Milenium Falcon, em MDF

PnB – Quais são os próximos passos no seu trabalho artesanal?
FM – Não tenho limites na parte de criar, os próximos passos dependem do mercado e opiniões de clientes. Pesquiso muito o que pode ser criado e vendido, lendo pesquisas,  em grupos do facebook, vendo o que o mercado está proporcionando, e com isso criando e desenvolvendo produtos. Quero produzir em breve esculturas maiores, em escala diferente das que faço hoje. Ainda estou pesquisando materiais legais para isso.

PnB – Como está o mercado para a produção artesanal?
FM – Uma coisa que sempre acho ruim é a falta de valorização de muitas pessoas com trabalhos dos brasileiros, na questão artesanal. Em alguns casos, gasta-se muito em dólar, quando se poderia pagar bem um escultor nacional para fazer o mesmo trabalho. Essa visão de que o que vem de fora é sempre melhor deve ser mudada, mas só o tempo e as questões culturais resolverão essa parte.

Fabio Melo

Fabio Melo

O artista mantém uma página na rede Facebook, onde podem ser vistas imagens de seus trabalhos de modelagem e esculturas. Pedidos de trabalhos e projetos especiais podem ser encomendados através do contato no site Fabiominiaturas.webnode.com ou pelo email fabioartista@gmail.com.

Sobre Kao Tokio
Editor de conteúdo do site Play'n'Biz - Pesquisador de novas mídias e entretenimento digital como linguagem e expressão da cultura contemporânea

2 Comments on Artista goiano cria Jogo baseado no Xadrez com esculturas de O Senhor dos Anéis

  1. Eudes Shiraishi // 07/07/2014 em 14:30 // Responder

    Show essa idéia de criar um jogo a partir do xadrez ! miniaturas bem feitas artesanais, bem criativas , parabéns !

  2. Maria Aparecida Rodrigues // 30/06/2015 em 13:21 // Responder

    Tive a grande oportunidade de ver a exposição do artista apresentada no Tribunal de Justiça e fiquei deslumbrada com o trabalho do Fábio Melo. É inacreditável a perfeição das suas miniaturas. Sua criatividade é estupenda. Espero e tenho certeza disso, que ele seja valorizado como merece. Vá em frente, grande artista!

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*



*