GetSongs, Teste Gamificado Online, ajuda a Mapear Competências Profissionais

Sistema criado para medir competências, habilidades e deficiências dos candidatos ao mercado de trabalho, o GetSongs cumpre a função ao oferecer um minucioso mapa de qualificações do indivíduo após uma breve imersão cheia de decisões profissionais no meio fonográfico - Por Kao Tokio

Todo jovem já passou pela angustiante sensação de não saber se está talhado para determinada vaga profissional, por mais que deseje o emprego e salário oferecidos. Tentando auxiliar o candidato para o mercado de trabalho com ferramentas lúdicas e informação detalhada sobre seu perfil profissional, o GetSongs apresenta um recurso que permite descobrir qualidades e deficiências por meio de um processo imersivo no qual suas decisões serão fundamentais para obter sucesso ou entender melhor os pontos a serem aprimorados.

Getsongs_PersonagemEm conversa com o Play’n’Biz, Vera Lana, psicóloga e sócia-fundadora da empresa homônima de recursos humanos, deu boas explicações sobre o sistema de análise de perfil psicológico e o processo lúdico do GetSongs, que está disponível gratuitamente na rede. No site, após realizar um cadastro que solicita algumas informações prévias, o internauta é inserido no cotidiano de uma gravadora que tem o objetivo de alavancar as vendas de seu catálogo de artistas, por meio de promoções, shows e estratégias de venda e marketing. Ao longo de aproximadamente uma hora ou mais, o participante deverá tomar decisões e optar por determinadas estratégias de mercado, visando obter o melhor lucro para a empresa, mantendo o moral elevado e a integração da equipe liderada, necessidades nem sempre fáceis de serem contempladas nas etapas que se apresentam no projeto, sempre cheias de questões paralelas e que exigem atenção a cada detalhe. “O grande truque está em observar como e em que situação as pessoas percebem tais sutilezas”, comentou Vera, em entrevista por email. “O não perceber [objetivos e sutilezas da jornada] também faz parte da análise, pois ao não alcançar um determinado evento devido ao erro de interpretação, traz uma riqueza de diagnósticos que poderá esclarecer as fragilidades de cada indivíduo. Portanto esta complexidade faz parte do próprio modelo do jogo”, afirma.

GetSongs_MusicasO ‘game’ buscar inovar na linguagem do processo vocacional como forma de atingir o público pretendido, apresentando certa profundidade nas questões que envolvem raciocínio lógico e até aspectos mais abstratos, como valores e expressividade do candidato. Para a psicóloga, a chave para o bom desempenho encontra-se na adoção de uma Cultura Organizacional. “As habilidades necessárias para uma organização são predeterminadas pela estratégia empresarial. Qual a dificuldade que existe hoje? Não apenas achar uma pessoa com as habilidades desejadas, mas também que se adeque a algo mais importante, que é a Cultura Organizacional. Não adianta termos o melhor negociador se ele não compreende as premissas culturais de uma empresa. A empresa procura reputação, e para isto é necessário achar o melhor profissional que contenha os traços comportamentais da organização.  Com este perfil, ele irá aderir com mais velocidade aos processos, trabalho em equipe e protocolos de comunicação internos e externos, minimizando conflitos. Este é o diferencial de um jogo, pois irá diagnosticar, além das habilidades, os comportamentos do indivíduo. Estaremos encontrando o ‘melhor dos dois mundos'”, acrescenta.

Segundo a psicóloga, o projeto tem potencial para auxiliar quaisquer profissionais, independente da idade, cargos e setores/áreas em que atuam. “Um jogo pode ser aplicado para funcionários que atuam desde o chão de fábrica até a presidência, como já comprovamos em nossas aplicações. Isto ocorre devido à natureza lúdica do jogo, permitindo que pessoas, mesmo sem grande formação, interajam com os games”, observa. “Outra parte importante na gamificação de processos, procedimentos e/ou estratégias é o modelo de comunicação adotado para o desenvolvimento das pessoas. A comunicação, quando aplicada em treinamento, destoa da tradicional, pois deixa de ser uma atividade onde o participante é passivo, tornando-o parte do próprio processo de ensino/aprendizado, ou seja, é uma atividade inclusiva. Este processo envolve uma série de ações que facilitam a compreensão do que se pretende realizar”. Como cada comunicação é aferida para cada público, Vera explica que é possível construir um protocolo de comunicação super aderente, envolvendo e acelerando o aprendizado de quaisquer indivíduos ou profissionais.

Informações sobre o Perfil dos Candidatos e Indicadores do Jogo

Informações sobre o Perfil dos Candidatos e Indicadores do Jogo

O programa é resultado da participação efetiva de muitos profissionais de diversas áreas de atuação, que complementam seus conhecimentos de modo a produzir um trabalho coeso, capaz de identificar e oferecer subsídios ao perfil comportamental e profissional de quaisquer interessados. “Contamos com pesquisadores doutores na área de simulação, um com pesquisas no ITA e MIT, e atuando como professor da FGV, Dom Cabral e FATEC de São José dos Campos (ou seja, em áreas estratégicas e técnicas), além de uma doutora na área de educação, da PUC-SP, onde atualmente está cursando o pós-doutorado, que também atua como professora da FGV e HSM”, expõe a doutora. Com isso, as chances de eventuais erros de avaliação são mínimas, segundo reporta: “Qualquer treinamento, comunicação que envolva pessoas, seja ele tradicional ou gamificada, envolve risco de não se alcançar sucesso. Os jogos, como estão em um processo de maturidade elevado, além de simular o dia a dia, tendem a ter seus riscos mitigados, pois eles serão inseridos no contexto do indivíduo. Se houver falhas, em geral não seria erro do jogo e sim do procedimento ao qual o jogo ‘imitou’. Muitas vezes é necessária uma revisão do processo, pois nele encontram-se falhas”.

GetSongs_Info“Este modelo [o GetSongs] trabalha diversas vertentes como colaboração e integração, porém a palavra Game, conceitualmente já direciona ao contexto da vitória. No entanto, os jogos também podem ser colaborativos, onde as pessoas constroem juntos”, argumenta a profissional, destacando o fato de trabalhar as competências integradoras, mais do que o rankeamento de resultados, como acontece em muitos projetos de gamificação para empresas. “Este processo envolve uma série de ações que facilitam a compreensão do que se pretende realizar”, continua.

Se você está em busca de um recurso que possa explicar em detalhes os pontos positivos de sua forma de gerenciar o cotidiano profissional e, mais importante, descobrir deficiências que precisam ser supridas para o melhoramento de sua performance, o GetSongs pode ser a proposta ideal para efetuar um mapeamento pessoal de autoconhecimento, com duração relativamente curta (que pode ser feito em etapas) e respostas que identificam aspectos interessantes, curiosos e outros a serem aprimorados, para garantir o seu sucesso.

Site: Getsongs.com.br

Sobre Kao Tokio
Editor de conteúdo do site Play'n'Biz - Pesquisador de novas mídias e entretenimento digital como linguagem e expressão da cultura contemporânea

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*



*