Flowlab oferece chance de iniciantes criarem games sem programação

Nova ferramenta online oferece estruturas básicas para criar jogos digitais simples, de maneira intuitiva, sem programação. Desenvolvedor de jogos afirma que o produto funciona bem - Por Kao Tokio

À medida em que o mercado de produção nacional de jogos vai se consolidando e projetos brasileiros vão se destacando pelo mundo, a exemplo de Toren, que será lançado para o PS4, muitos jovens começam a considerar a hipótese de participar dessa instigante área profissional e tentar a sorte na produção de jogos. O problema frequente reside no fato de não possuírem os conhecimentos necessários para desenvolver suas ideias e projetos, uma bagagem que demanda tempo e empenho consistentes para transformar pretendentes em desenvolvedores de sucesso.
Embora não haja caminhos que tornem essa trajetória em algo fácil de ser conquistado (ao menos não sem esforço e dedicação), é possível arriscar a criação de projetos básicos, com ferramentas simples, para que o interessado se certifique de estar tomando a decisão correta para seu futuro profissional. entre as propostas disponíveis para a criação de jogos online, o Flowlab vem se destacando pela facilidade de uso e pelas possibilidades de construção de jogos digitais com certo dinamismo e eficiência.

Ricardo Chapira

Ricardo Chapira

O Play’n’Biz conversou com Ricardo Chapira, desenvolvedor de games independente, de São Paulo, que testou a ferramenta e comentou as possibilidades do recurso, em uma breve entrevista online.

Play’n’Biz – Ricardo, o que achou do site Flowlab?
Ricardo Chapira – Achei muito interessante, só pelo fato de poder criar jogos online diretamente do meu navegador.

P’n’B – O sistema funciona bem? É possível criar jogos sem saber programação com o recurso?
RC – Testei pouco, mas pelo que vi, sim. Claro, existem limitações, mas dá pra fazer muita coisa e muitos estilos de jogo com ele, mesmo não sabendo programar.

P’n’B – Quais são os pontos mais bacanas do projeto e o que você acha que faltou para tornar a experiência melhor?
RC – Achei a maneira e a mecânica de como você aplica os elementos do game design e a lógica do jogo geniais, tudo bem intuitivo e visual. Acho que faltam mais tutoriais em vídeo para facilitar um primeiro contato.

P’n’B – Você conhece algum outro sistema semelhante?
RC – Sim, tem outro site que também permite programar online de maneira semelhante, onde você programa montando como se fosse um Lego. Acho que é ainda mais fácil, para crianças ainda mais jovens , que é o Scratch, programa desenvolvido pelo MIT.

P’n’B – Recursos como esse são importantes para permitir as primeiras interações para os jovens e crianças que nunca programaram ou fizeram jogos?
RC – Sim, acho que isso abre as portas para as crianças, pois é intuitivo e faz a criança se interessar e tomar gosto por programação de forma natural, e ela já aprende ali conceitos básicos de lógica de programação etc.

Fluxo de Comportamento do Programa

Fluxo de Comportamento do Programa

Chapira vem trabalhando com apps e games há cerca de 2 anos, somente em seu tempo livre, tendo realizado mais de 30 apps/jogos ao longo desse período. “É algo que gosto realmente e desejo trabalhar apenas com isso num futuro próximo” afirmou.

Para o designer, a importância de oferecimento de sistemas como o Flowlab está no fato de facilitar o entendimento do processo de trabalho para, mais tarde, o candidato poder ingressar na área de games: “Acho que é uma área que cresce a cada dia, e tem muito futuro. Existem as mais variadas ferramentas para desenvolver, desde a mais simples, que qualquer um pode usar, até as mais técnicas, mas acho que hoje em dia, querendo, qualquer um pode desenvolver”, explicou.

Criador de Sprites do Flowlab

Criador de Sprites do Flowlab

O Flowlab permite ações relativamente rápidas e fáceis, como o pressionar da tecla Esc para abrir a janela do construtor de jogo, visualizar atualizações realizadas de forma imediata, usar recursos de programação baseada em fluxo para vincular visualmente comportamentos simples na lógica complexa dos jogos, e até montar jogos potencialmente mais elaborados, com sistemas de mecânica e lógica.

Vale ressaltar, como afirmou o designer, que outros programas online ou disponíveis para download na rede também realizam trabalhos de qualidade e, eventualmente, até melhores, a exemplo de softs como Construct 2, da Scirra Ltd, StencylWorks, GameMaker, ENIGMA (Extensible Non-Interpreted Game Maker Augmentation) e GameSalad Creator, para citar apenas as plataformas mais conhecidas.

Com o Flowlab e ferramentas similares, o interessado pode dar início a uma modesta produção, que pode resultar em trabalhos interessantes, como o jogo de plataforma Super Monkey Adventure! ou Caverns of Delirium, jogo de exploração com nave, ambos realizados com o programa.

Editor de Objetos do Flowlab

Editor de Objetos do Flowlab

“Tem muita gente boa no mercado, querendo fazer coisas legais”, comentou Ricardo Chapira, que criou em poucos minutos o jogo Bregman, apenas para conhecer e se divertir com as possibilidades criativas do programa. Estes recursos podem ser um caminho para novas produções de futuros desenvolvedores.

O programa pode ser acessado diretamente no site, em Flowlab.io e um tutorial, com informações iniciais, está disponível em Youtube.com/watch?v=yL_MhLMeP6s

Sobre Kao Tokio
Editor de conteúdo do site Play'n'Biz - Pesquisador de novas mídias e entretenimento digital como linguagem e expressão da cultura contemporânea

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*



*