Criadores do Ace Studios do Rio de Janeiro apresentam cinco dicas para arrecadar com sucesso no Catarse

Grupo de criadores cariocas de jogos e protagonistas de uma campanha meteórica de arrecadação no Catarse, com R$ 10 mil em apenas 5h, jovens do Ace Studios criam roteiro básico para colaborar com campanhas de financiamento de outros produtores - Por Kao Tokio

O Ace Studios é um empreendimento voltado à criação de jogos não digitais sediado no Rio de Janeiro e que conta em seu currículo com alguns projetos iniciantes e o título de campanha que mais rapidamente conquistou o teto de arrecadação no Catarse, com o jogo WarZoo, tendo realizado este feito em apenas cinco horas, atingindo R$ 10 mil, valor que ultrapassou R$ 45 mil, com 365 apoiadores em maio desse ano.

Fel Barros

Fel Barros

Fruto do interesse coletivo e para explicar parcialmente esse fenômeno, os responsáveis pelo estúdio conversaram com Anthony Ravoni do blog Catarse.Me e deram algumas dicas aparentemente simples mas preciosas para os interessados em realizar suas próprias campanhas para projetos de jogos e games.

Com autorização de Fel Barros, Game Designer e sócio da Ace Studios, empresa especialista em desenvolvimento de jogos analógicos, o Play’n’Biz reelaborou o texto apresentado originalmente no blog, compilando as informações de forma mais sucinta e direta, que podem servir como um guia para dar início ao seu projeto de financiamento coletivo.

Veja as dicas apresentadas:

  • Crie uma rede de interessados no projeto

É o próprio Fel quem informa a importância de iniciar seu projeto com etapas que antecedem ao lançamento da campanha: “Seja o seu projeto sobre teatro independente, cinema equatoriano, quadrinhos ou qualquer outra coisa, procure comunidades no Facebook, grupos de discussão e fóruns onde as pessoas do seu nicho/público-alvo se reúnem”.
Essa aproximação é fundamental para que o público possa conhecer seu trabalho, pois a base do sucesso para o financiamento coletivo reside na ideia de um número cada vez maior de pessoas conhecer e partilhar o projeto com amigos e outros interessados.

  • Crie expectativa

Embora o financiamento coletivo possa ser pensado como uma questão de caráter emergencial e provisório, quanto mais bem planejada for uma campanha, maior será a chance de obter sucesso.
“O nosso projeto começou a ser pensado um ano antes de ir ao ar. Fizemos um banco de referências, planejamos a ‘construção da expectativa’ dos potenciais compradores, pensamos qual o melhor momento para entrar no ar, como seria o vídeo, a página, a duração da campanha e a campanha pré-catarse”, explicou o designer ao blog do Catarse. Saber fazer uso de princípios de marketing para viralizar a ideia de forma criativa, sem massificar sua campanha com apelos insistentes e repetitivos, é também uma boa estratégia para criar expectativas positivas em relação ao trabalho.

  • Considere criteriosamente a data de lançamento e anuncie o lançamento da campanha

A escolha da data de lançamento pode ser um fator decisivo para iniciar de maneira bem sucedida. Datas comemorativas alusivas ao projeto (como um jogo sobre craques durante a Copa ou de Space Opera no lançamento de Star Wars, por exemplo) podem impulsionar a divulgação da campanha e gerar o buzz necessário para ganhar o interesse e simpatia da comunidade. O texto do blog cita o fato de o jogo Pequenas Igrejas Grandes Negócios, projeto de Marcelo Del Debbio, ter conseguido angariar mais de R$ 5 mil nas primeiras horas, em parte em razão da data de lançamento, que aproveitou-se do feriado religioso da Semana Santa para lançar o projeto. Igualmente imprescindível parece ser saber divulgar a data de lançamento, de modo que o público potencial possa encontrar seu trabalho entre os mais de 160 projetos atualmente em campanha no site.

  • Crie uma rede de confiança com o primeiro círculo de interessados

A repostagem do blog informa que uma pesquisa recente do próprio Catarse com a Chorus estabeleceu um panorama do financiamento coletivo no Brasil, dividindo os apoiadores dos projetos em três círculos de contato do apoiador, sendo o terceiro e mais distante o interesse público: são pessoas que o realizador não conhece, mas se interessaram pela proposta do projeto. O segundo círculo engloba conhecidos e amigos de amigos, pessoas interessadas no projeto tão logo o tenham descoberto ou já conhecedoras do trabalho do realizador. O primeiro círculo é constituído por amigos mais próximos e parentes, dos quais muitos irão apoiar incondicionalmente o projeto pela proximidade, respeito ou carinho pessoal com o realizador. É importantíssimo conseguir converter o mais rápido possível os apoios considerados certos em investimento efetivo, como forma de construir uma rede de confiança em torno do seu projeto que dará segurança a outros círculos da comunidade. O ideal é que o contato com este círculo seja direto, por meio de um telefonema, um e-mail pessoal ou uma conversa privada, na qual deve-se explicar a importância do apoio inicial para que o projeto ganhe relevância.

  • Recompense os Early Birds (Pássaros Madrugadores)

A expressão muito apropriada utilizada pelo autor Anthony Ravoni no texto vem do provérbio inglês “The early bird catches the worm”, algo como “O pássaro madrugador fica com a minhoca”. A ideia traduzida pro financiamento coletivo é incentivar as pessoas a apoiarem seu projeto desde o primeiro momento, garantindo para si as melhores recompensas. No caso do Warzoo, os 50 primeiros apoiadores foram contemplados com um desconto de R$ 10 na aquisição do jogo, um incentivo que se esgotaou rápidamente.
Reconhecidamente, dentro do sistema de financiamentos coletivos, é um dos melhores métodos para estimular os apoios iniciais.

Obviamente, um programa para financiar seu projeto deve ser elaborado com toda uma série de planejamentos prévios e pensado em sua plenitude, considerando outras opções de incentivo e técnicas de viralização da ideia, além de um sistema de recompensas motivador aos potenciais investidores, mas as dicas apresentadas pela equipe do Ace Studios pode ser um diferencial singular para os candidatos a arrecadação online que não tenham ainda clareza sobre os processos a serem considerados na hora de colocar o projeto ‘na rua’.

Para conhecer melhor os projetos do estúdio de jogos, incluindo o sucesso WarZoo, acesse o site da empresa em acestudios.com.br/loja.

Sobre Kao Tokio
Editor de conteúdo do site Play'n'Biz - Pesquisador de novas mídias e entretenimento digital como linguagem e expressão da cultura contemporânea

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*



*