Trio de Indies de SP emplaca Jam de Games dentro da Campus Party 2015

Profissionais ligados ao desenvolvimento de games de São Paulo idealizaram propsota de Game Jam para acontecer dentro da Campus Party 2015. Após contatos com a produção do evento, o trio de criadores conseguiu viabilizar o projeto e garantiu boas premiações para os vencedores - Por Kao Tokio

Um grupo de jovens de São Paulo realizará uma inédita Game Jam nas instalações da CPBr8, a Campus Party 2015, que acontece na capital paulista entre os próximos dias 03 a 08 de fevereiro. A atividade acontece das 12h do dia 04 com encerramento no mesmo horário, três dias depois. A intenção é oferecer aos campuseiros a oportunidade de participar do processo de desenvolvimento de um jogo, seja desenvolvendo um projeto de game, ou acompanhando o processo de produção junto aos criadores.

Alexandre, Marcos e Luiz: Jam na CPBr8

Alexandre, Marcos e Luiz: Jam na CPBr8

“Eu, o Lira (Luiz Fernando de Lira, programador da Blue Pixel e CEO do canal Vox Ludus) e o Alexandre (Alexandre Ribeiro de Sá. fundador e programador do Vortex Game Studio) estávamos pensando nisso durante a XMA. Mais tarde, o Luis (Henrique Ayres), da Niobe (um estande presente à CP), veio falar comigo e apresentou a proposta. Aí, foi só juntar as coisas”, informou Marcos Gonçalves, Coordenador de Eventos da IGDA São Paulo.

As Jams de Games estão se tornando um evento mais cotidiano, com número crescente de participantes ao redor do mundo e criação de projetos que estão ganhando grande expressão e se transformando em empreendimentos bem sucedidos a exemplo de como Like a Boss!, do estúdio paulistano Fire Horse, Surgeon Simulator 2013, do Bossa Studios, e Too Much Love Will Kill You (just as sure as none at all), como indicado nesse artigo. Para Marcos Gonçalves, é natural que a CP queira acolher essa nova expressão do universo de games: “A divisão de games da Campus Party está crescendo ano após ano, porém, estive lá no ano passado e senti falta de atividades práticas relacionadas a isso. Nisso surgiu a vontade e achamos que valia a pena levar o evento para a CP”, explica.

Para a realização do evento, será sorteado um tema principal e dois subtemas. Os jogos deverão ser desenvolvidos de acordo com o tema principal sorteado, sendo que as equipes podem decidir usar ou não um dos (ou ambos) subtemas, explica a página da Jam na CPBr8. “Cada grupo deverá ser composto por no mínimo duas e no máximo cinco pessoas, sendo que os participantes não podem fazer parte de mais de uma equipe ao mesmo tempo”, destaca o informativo da página, esclarecendo que a classificação dos grupos será feita através de uma mesa composta pelos juízes Alan Carvalho, professor de Games da Fatec SCS, Jean Rafael Tomceac, fundador do coletivo Jogo Limpo, e Flavia Gasi, jornalista e pesquisadora de Games, que avaliarão os jogos a partir dos critérios Criatividade, Simplicidade, Diversão, Mecânica/jogabilidade e Polimento/acabamento.

“Para incentivar a participação dos campuseiros a equipe conseguiu juntar uma premiação bem interessante”, continuou o coordenados da IGDA-SP, detalhando a premiação de um curso da Alpha Channel para cada membro do grupo vencedor (Presenciais, Game Design, Desenvolvimento e Publicação de Jogos para Android com Unity, UNITY 3D, UNITY 3D Avançado: Mecanim, Ragdoll e Raycast, GameMaker, Programação com C# Online: UNITY 3D, Desenvolvimento de Jogos com XNA UNREAL Development KIT (UDK) ou Programação com C#), duas bolsas de cursos na Escola Meliès e descontos de 20% para os cursos da EBG, Escola Brasileira de Games.

A Campus Party 2015 acontece entre os dias 03 a 08 de fevereiro, na São Paulo Expo, antigo Centro de Exposições Imigrantes, na Rodovia dos Imigrantes km 1,5, com previsão de público de aproximadamente 8 mil campuseiros durante o evento.

Jam CPBr8

Sobre Kao Tokio
Editor de conteúdo do site Play'n'Biz - Pesquisador de novas mídias e entretenimento digital como linguagem e expressão da cultura contemporânea

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*



*